MAX FM COTIA

/maxfmcotia

Publicidade

Está no ar...
MADRUGADA DA MAX
MADRUGADA DA MAX
Com MAX FM COTIA
De 00h00 às 07h00
A seguir...
MANHÃ MAX
MANHÃ MAX
Com WASHINGTON SILVA
De 07h00 às 10h00
E depois tem...
MUSICAL
MUSICAL
Com MUSICAL
De 10h00 às 18h00

GERAL > COTIA

Postada em 02/12/2021 ás 13h03 - atualizada em 02/12/2021 ás 13h03
Cotia é a 1ª cidade da região a ter Núcleo de Atendimento às Pessoas Trans
Atendimento e aconselhamento especializado em saúde direcionado a este público será feito no SAE/CTA, a partir do dia 13 de dezembro
Cotia é a 1ª cidade da região a ter Núcleo de Atendimento às Pessoas Trans

Alexandre Rezende

No dia em que se celebrou o Dia Mundial de Luta Contra a Aids (1º de dezembro), a Prefeitura de Cotia, por meio das Secretarias de Direitos Humanos, Cidadania e da Mulher e de Saúde, anunciou a implantação do Núcleo de Atendimento às Pessoas Trans. O serviço especializado começará a funcionar no próximo dia 13, no SAE/CTA, e será o primeiro equipamento público do tipo na região Oeste e Sudoeste da Grande São Paulo. O anúncio foi feito durante a ação denominada “Vamos Falar sobre Aids” que integrou a programação dos “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência contra as Mulheres”.



O anúncio foi feito pelo titular da Saúde, Magno Sauter. “Este é um momento histórico para Cotia. Momento em que a que a cidade se volta com atendimento e aconselhamento para pessoas que sempre foram negligenciadas”, disse Sauter ao lado da Vice-Prefeita e Secretária de Direitos Humanos, Cidadania e da Mulher, Ângela Maluf, que endossou a importância desta história que Cotia começa a escrever. “[o Núcleo] é uma grande conquista de direitos humanos”, destacou. “As causas humanas têm a nossa cara e o nosso coração”, ressaltou Ângela agradecendo o apoio do prefeito Rogério Franco.



De acordo com Ângela Maluf, Cotia se debruçou na construção deste projeto e foi conhecer experiências já implantadas, como o Centro de Referência Trans da Vila Mariana, o AME Pró Trans de Guarulhos e o Ambulatório Trans de Campinas.



O evento “Vamos Falar sobre Aids” contou com o apoio de Marina Reidel, Diretora do Departamento de Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; do médico Paulo Bafile, coordenador médico da atenção básica, que será o médico responsável pelo atendimento no Núcleo.



Alberto Silva, idealizador e coordenador da Casa Florescer que acolhe pessoas trans em vulnerabilidade em São Paulo. O evento trouxe ainda importantes informações sobre prevenção e tratamento de IST/AIDS com a participação da Farmacêutica Alícia Kruger, travesti, interlocutora do Vigiar SUS, do Ministério da Saúde na Secretaria Estadual de Saúde do Paraná.



A programação teve ainda palestra da Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Silvana Silva, que além de trazer diversos dados estatísticos, lembrou que hoje temos 38 milhões de pessoas vivendo com HIV/AIDS no mundo e que falar de HIV continua sendo muito importante. Palestrou também o Psicólogo do SAE, Pedro Henrique Jardim, que integrará a equipe de atendimento do novo Núcleo.



O Farmacêutico Nélio Girardo, Coordenador do Serviço de Atenção Especializada SAE/CTA de Cotia, que também será o Coordenador do Núcleo de Atendimento às Pessoas Trans, apresentou toda a equipe e os fluxos do Serviço.



 



Núcleo de Atendimento às Pessoas Trans de Cotia



Início do atendimento: 13 de dezembro



SAE/CTA: Av. Professor Manoel José Pedroso, 843 – Piso 1 – Parque Bahia


PUBLICADO POR: Redação de Jornalismo (Cotia - SP)

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Patrocinadores

Programação   •    Locutores   •    Notícias   •    Mural de recados   •    Agenda de shows   •    Clipes   •    Contato

© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium